StraTech: um olhar sobre o mergulho estratégico e soluções tecnológicas

O olhar estratégico para as demandas da atualidade, com o devido mergulho nas nuances de cada obstáculo, responde pelo “Stra”, enquanto o “Tech”, como já é esperado, repousa sob o prisma do uso da tecnologia por soluções únicas, adequadas para cada negócio, em favor dos melhores resultados.

A tecnologia parece ser inesgotável para resolver cada vez mais problemas nas sociedades modernas, mas ela precisa vir com o conceito de StraTech. A transformação digital parece pisar no acelerador com cada vez mais afinco, e desafios se colocam mais rapidamente em todos os elos de uma enorme cadeia produtiva. Por isso, a adoção de métodos para se manter na vanguarda se faz mais do que necessária.

É nisso que se baseia o conceito de “StraTech”. 

O conceito soa trivial, porém ele ganha ainda mais relevância se considerarmos o atual cenário de retração de diversos mercados e setores, sobretudo pelas incertezas do mercado financeiro, seja nacional ou internacional. Desta forma, a busca por “fazer mais com menos”, adotando ordenamentos de mais eficiência ante investimentos pontuais se faz primordial.

Embora não pareça, ainda há muitas resistências a serem vencidas no ambiente de negócios. Existem companhias que debatem arduamente como realizar uma transição para o digital, para a nuvem, sem abdicar da cultura de outrora. Ou ainda aquelas que trabalhar no formato “Tech-to-Tech”, em que apenas setores de TI se comunicam isoladamente.

Nada disso possui conexão com o desafio central de todo e qualquer negócio: entender os seus desafios, por meio do conhecimento de todos os processos com a devida profundidade, permitindo a aplicação da melhor medicação para a moléstia identificada.

StraTech é isso. É trabalhar com transparência, expertise e cuidado, mesmo que signifique mudar a rota inicial. 

Empresas que conseguem trabalhar desta maneira, unindo estratégias sólidas às tecnologias mais indicadas aos seus negócios, ganham não apenas os seus setores de mercado ou uma grande fatia de clientes. Elas absorvem também valores, estes não sendo possíveis se o desafio se foque exclusivamente no resultado. Sem StraTech, todo o valor fica oco e vazio.

Listamos pelo menos seis habilidades que fazem a diferença em projetos de Streatech que integrem uma planificação adequada e boas ferramentas tecnológicas:

  • Transparência – Comunicação aberta em prol da colaboração;
  • Humanidade – Atenção aos que movem os negócios;
  • Honestidade – Verdade e intenção genuínas sempre em voga;
  • Determinação – Abordagem com inteligência e profundidade;
  • Proatividade – Aprender e expandir possibilidades sempre;
  • Coragem – Buscar a verdade para executar o que for necessário.

Com tudo isso em vista e, não por acaso, qualquer segundo que se ganhe nos processos internos de toda e qualquer companhia trará melhoras no processo de entrega, respaldado por um substancial aumento de produtividade diária. Contudo, a bonança do presente não pode camuflar as constantes evoluções que nos levam ao futuro.

Sempre é possível aprimorar aquilo que já funciona e falamos sobre esse tema no artigo: “A modernização estratégica: pilar efetivo para ganho de eficiência”. Está aí o universo Open, a inteligência artificial (IA) e o ChatGPT que não nos deixam mentir.