Calculando o Impacto de Carbono do seu Uso da Nuvem

Atualmente, negócios de diferentes escalas dependem da internet e de ferramentas tecnológicas para conseguir entregar seus produtos e serviços aos clientes e parceiros. Isso é cada vez mais intrínseco ao mercado, pois a globalização e a pandemia do Covid-19 aceleraram ainda mais esse processo de digitalização. Com isso, a adoção da ferramenta de nuvem como solução na organização de dados e processos tem aumentado vertiginosamente.

Diante desse cenário, as projeções para o setor de TI no ano de 2025 são: 20% de toda a eletricidade produzida globalmente será direcionada para os Data Centers. Por consequência, esse consumo representará até 5% das emissões de carbono global. Confira alguns números desse consumo no gráfico interativo do Our World in Data, sobre o uso da Internet de 1990 até 2019.

Agora vamos às boas notícias: Em muitas empresas, a sustentabilidade corporativa já é uma realidade. Todos os grandes provedores de nuvem, como Microsoft, Amazon e Google, todos parceiros da GFT, anunciaram suas estratégias para zerar suas emissões de CO2 pelos data centers até 2050.

Essas corporações também estão divulgando diretrizes sustentáveis com soluções na nuvem, para aumentar a sustentabilidade de suas ações. E para auxiliar no processo, disponibilizam calculadoras e relatórios que exibem dados de consumo de energia e emissão de CO2, baseados nos recursos contratados. Com isso, é possível, além de verificar como estão os atuais números, indicar se as ações implementadas estão gerando resultado na redução do consumo de energia.

A seguir, listamos algumas dessas diretrizes:

Microsoft » Emissions Impact Dashboard


A Microsoft disponibiliza um relatório de PowerBI que pode se conectar com as subscrições de clientes e apresentar números referentes a emissão de CO2 por período, localização de seus Data Centers, por tipos de recursos… e traz ainda recomendações para aumentar a eficiência energética com migração para nuvem.

https://www.microsoft.com/en-us/sustainability/emissions-impact-dashboard

Microsoft » Microsoft Cloud for Sustainability


Recentemente a empresa disponibilizou o Microsoft Cloud for Sustainability em modelo Preview – é uma solução extensível de SaaS que irá registrar, relatar e reduzir o impacto ambiental por meio de conexões automatizadas de dados e insights acionáveis para a organização. E o grande diferencial são sugestões de pontos problemáticos e definição de metas, com comparativos e sugestões baseadas nas recomendações regulatórias e do setor.

https://www.microsoft.com/en-us/sustainability/cloud

Amazon » Customer Carbon Footprint Tool

A ferramenta da Amazon usa visualizações de dados para fornecer emissões históricas de carbono, tendências das emissões e registro de economia comparativa com datacenter on-premises. Além de oferecer a possibilidade de rastrear seus progressos após as implementações de reestruturação de arquitetura, desligamento de recursos e migração para a nuvem.

https://aws.amazon.com/pt/aws-cost-management/aws-customer-carbon-footprint-tool/

Google » Carbon Footprint

O foco do relatório do Google é relatar o impacto ambiental do uso da nuvem, tanto interna quanto externamente. Podem ser monitoradas as emissões na nuvem ao longo do tempo por projeto, por produto e por região, capacitando as equipes de TI com métricas que os ajudam a reduzir a pegada de carbono. Uma vantagem bem peculiar é a possibilidade de exportar os dados para o Bigquery e com isso pode efetuar modelos preditivos e relatórios customizados.

https://cloud.google.com/carbon-footprint

 

Sabemos que quantificar o papel da computação em nuvem é notoriamente difícil, para tanto, a GFT criou uma iniciativa Green Coding, com o propósito de fomentar a adoção da sustentabilidade como parte do processo de desenvolvimento de soluções. É nossa obrigação oferecer métodos mais eficientes, para gerar maiores impactos na redução de emissão de CO2. Você pode encontrar mais informações no documento do programa da GFT.

Vamos juntos ajudar a garantir um futuro para nosso planeta!

Post a Comment

* indicates required

O tratamento de dados é feito pela GFT Technologies SE. O comentário ficará visível para todos os usuários e os dados relacionados a ele serão processados com base no seu consentimento expresso ao deixar o comentário. Você tem o direito de retirar seu consentimento a qualquer momento. Para mais informações, veja nossa Política de Privacidade.