Conheça os times vencedores do 2º Desafio Lean-Agile GFT Brasil


Há um ano, lançamos a primeira edição do nosso Desafio Lean-Agile GFT Brasil. Para continuar a incentivar nossas equipes e projetos a entenderem e praticarem a Lean-Agile Engineering Culture, um dos pilares do propósito da GFT Brasil, nosso time do LACE (Lean-Agile Center of Excellence) organizou a segunda edição do desafio. Saiba mais nesse artigo sobre como foi! 

Se olharmos a trajetória e a implementação das práticas ágeis na empresa desde que começamos a promover o ágil na GFT em 2018, fica evidente que evoluímos muito em nossa maturidade Lean-Agile. Pois, além de mais projetos e novos departamentos estarem aplicando os conceitos do Lean-Agile em seu dia a dia, ficou claro também que os times que participaram ano passado usaram os insights identificados no primeiro desafio para melhorar seus processos.

No final de janeiro deste ano, lançamos oficialmente a segunda edição do desafio aos nossos colaboradores. Assim como no ano anterior, essa edição também contou com o engajamento dos times das 3 locations onde a GFT Brasil tem escritório. Pensando em números, vemos que essa edição teve quase 9% a mais de equipes inscritas e cerca de 20% a mais de participantes.

De acordo com Simone Pittner, Diretora de Operações Lean-Agile da GFT, “o aumento do número de equipes e pessoas engajadas mostra que a jornada e a cultura Ágil são realidades na GFT e que outras áreas estratégicas da empresa, como RH e Marketing, já incorporaram o Lean-Agile para melhorar seus processos. Queremos cada vez mais impulsionar essas práticas para outras áreas e, claro, para os nossos clientes”.

O time GSP, da unidade de Sorocaba, ficou com a primeira posição, levando o prêmio de R$ 10 mil e uma viagem para um evento Agile a escolha para um dos integrantes da equipe. Times da unidade de Alphaville e de Curitiba ficaram em 2º e 3º lugar, respectivamente. Algo bem interessante é que a equipe vencedora, com 11 membros, é responsável por um projeto internacional para um grande banco alemão, o que mostra que a equipe tem conseguido driblar dificuldades como a distância do cliente, times distribuídos, diferença de fuso horário, etc. Já a equipe vice-campeã, por exemplo, é composta por colaboradores que estão alocados no cliente, o que mostra que as equipes também têm conseguido levar o mindset ágil para ‘fora de casa’.

1º Lugar: Time GSP

Para selecionar a equipe vencedora, os avaliadores levaram em conta diversos critérios como Cultura (Valores e Mindset); Fundamentos (Estrutura e Agilidade); Produto e Backlog (Visão, Planejamento e Papéis); Performance (Confiança e Métricas); e Liderança (Facilitadores, Líderes Técnicos, POs e gestores). Além disso, uma novidade deste ano foi que os times ainda puderam fazer uma auto-avaliação em relação a esses critérios, o que correspondeu a 20% da nota.

2º lugar: time de Alphaville (Transformação Digital)
3º lugar – Time de Curitiba (Desenvolvimento)

Para o gerente de projetos e agile coach Fidelis Stolf, do Time GSP, um dos maiores desafios “foi mostrar ao cliente (que não era agile) como as entregas frequentes e com valor seriam importantes para ele”. Outro desafio enfrentado foi de “realmente implantar o mindset ágil para todos os envolvidos”. Como resultado da adoção das práticas ágeis, ele percebe que o time passou “a fazer melhores entregas – mais frequentes e com mais valor.  Além de menos retrabalho. Isso leva à satisfação do cliente e da equipe. Pensando nas pessoas em primeiro lugar, técnicas como o gamification ajudam na integração do time como um todo – que melhora a cada dia.” E para comemorar a vitória, Fidelis comenta que “ainda não tivemos muito tempo de comemorar, mas estamos planejando almoços e churrascos. ”

Parabéns aos times vencedores e a todos as equipes e colaboradores que participaram deste desafio!